Google+ Badge

Google+ Badge

Google+ Badge

Rádio Líder FM de Acopiara

terça-feira, 5 de julho de 2016

"Sérgio Moro foi treinado nos EUA, pelo FBI, para conduzir a Lava Jato", diz Marilena Chauí

Em vídeo publicado neste domingo, 3, a filósofa Marilena Chauí afirma que o juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, "foi treinado dos Estados Unidos, pelo FBI (a polícia americana) para realizar a operação". Veja o vídeo:
                       

"A Operação Lava Jato não tem nada a ver com a moralização da Petrobrás, a Operação Lava Jato é para tirar de nós o Pré-Sal", disse Chauí. 

É a segunda vez que um estudioso ligado ao Partido dos Trabalhadores afirma que Moro recebeu treinamento nos EUA. O teólogo Leonardo Boff Já havia usado argumento parecido.

"Ele recebeu um treinamento que é característico do que o FBI fez no Macarthismo (política de perseguição anticomunista adotada pelos EUA nos anos 1950) e fez depois do 11 de setembro que é a intimidação e a delação", afirma a professora da Universidade de São Paulo (USP). 

O objetivo do País, de acordo com ela, é desestabilizar a economia e a soberania do Brasil. "A Operação Lava Jato é o prelúdio da grande sinfonia de destruição da soberania brasileira para o século 21 e 22. Nós não podemos permitir que isso aconteça", afirmou.

Além disso, a professora também critica o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) no vídeo e defende a volta da presidente afastada Dilma Rousseff (PT). 

Não é a primeira vez que Chauí defende que a Lava Jato pretende entregar o Pré- Sal a empresas americanas. Em protesto contra o impeachment de Dilma em São Paulo, em março deste ano, ela já havia afirmado isso.

Redação O POVO Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário