Google+ Badge

Google+ Badge

Google+ Badge

Rádio Líder FM de Acopiara

sábado, 21 de maio de 2016

Dilma volta a criticar gestão Temer em Belo Horizonte

dilma
A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) afirmou nessa sexta-feira, 20, em Belo Horizonte que vai acompanhar o governo do presidente em exercício “com lupa” e que mudará de profissão. “Uma vez me chamaram de faxineira. A partir de agora, serei zeladora”. Dilma afirmou ainda que não pretende ficar parada no Palácio da Alvorada, “apesar de muitos que gostariam que eu fizesse isso”.
Dilma esteve na capital para participar de encontro de blogueiros. Na chegada ao hotel onde o encontro foi realizado, falou rapidamente a manifestantes contrários ao impeachment e disse estar emocionada com a recepção. Segundo organizadores do protesto, havia cerca de 20 mil pessoas nas ruas próximas ao hotel. A Polícia Militar, em cálculo por volta das 18h, estimou em mil o número de participantes.
Em discurso na abertura do encontro de blogueiros, com a presença de aproximadamente 500 pessoas, a presidente se referia a todo momento ao governo do presidente em exercício Michel Temer (PMDB) como provisório. Afirmou ainda que a gestão bate recordes de “desmentidos”. “Dizem uma coisa e no dia seguinte desmentem o que disseram. E deixam a suspeita fundada de que acreditam mesmo é naquilo que acabaram de desmentir”.
A presidente disse também que o governo de Temer é de “homens, velhos, brancos e sem mulheres e negros”.
Para Dilma, o governo Temer “tem hoje um grande personagem que atua não ocultamente, mas às claras. Que indica ministros, líder de governo, advogados”, disse, se referindo ao presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “Esse senhor é responsável pela pauta mais conservadora do Congresso Nacional. Qualquer processo que implique na garantia de valores avançados, que garantam a diversidade, o respeito e a tolerância, encontrará ali uma barreira intransponível”.
A presidente discursou por cerca de 40 minutos. Antes, durante pronunciamento de organizadores do encontro de blogueiros, Dilma reagiu com sorrisos aos gritos de Fora Temer. A presidente também aplaudiu quando uma dos representantes dos blogueiros, Renata Miele, citou a possibilidade de corte dos recursos de patrocínio ao encontro prometido pela Caixa Econômica Federal e afirmou que o “que querem é patrocinar o Instituto Millenium”, se referindo à entidade ligada ao PSDB. Segundo o ex-ministro do Desenvolvimento Agrário de Dilma, Patrus Ananias, com a recepção da presidente nas ruas da cidade, “começa nesta sexta-feira, 20, a caminhada de volta de Dilma ao governo”.
Patrocínio suspenso
Na quinta-feira, um dia antes do início do encontro dos blogueiros, o presidente em exercício, Michel Temer, teria mandado suspender o patrocínio da Caixa Econômica Federal ao evento. A assessoria do encontro, porém, afirmou não ter sido comunicada dessa decisão. Disse ainda que o contrato feito com a instituição continha cláusula prevendo possibilidade de multa e que isso seria levado à justiça, caso necessário. O encontro, ainda conforme a assessoria, não será interrompido já que outras 40 entidades contribuíram financeiramente para o congresso. O encerramento do evento acontece no domingo.
A viagem de Dilma a Belo Horizonte causou turbulência também na organização de ato Fora Temer previsto para quinta-feira na capital. Com a ida da presidente ao encontro dos blogueiros, na sexta, a organizadora do ato, a Frente Brasil Popular, transferiu a manifestação para o mesmo dia, anunciando a participação da presidente também nesse evento. Havia realmente a possibilidade de Dilma participar do Fora Temer, antes de ir ao encontro dos blogueiros. Porém, a frente, ao tornar pública a intenção de Dilma, acabou fazendo com que a presidente recuasse. Por fim ficou acertado que a passeata feita dentro do Fora Temer passaria pelo hotel Othon Palace para uma saudação à presidente.
estadao-conteudo


Nenhum comentário:

Postar um comentário