Google+ Badge

Google+ Badge

Google+ Badge

Rádio Líder FM de Acopiara

sexta-feira, 10 de abril de 2015


‘Não falo em português no show’, diz Ed Motta sobre tour na Europa

'Não é possível que o imigrante brasileiro não saiba o básico de inglês', diz.
Meu público é 'culto', mas 'turma simplória' costuma aparecer, diz cantor.

Do G1, em São Paulo
O cantor Ed Motta se apresenta no Almanaque Café, em Campinas  (Foto: Divulgação)Ed Motta (Foto: Divulgação)
Ed Motta avisou a brasileiros que queiram ir aos shows de sua turnê na Europa que não fala ou canta músicas em português nas apresentações. Ele deu o recado em post publicado nesta quinta-feira (9) em sua página oficial no Facebook, em que divulga sua agenda no continente para divulgar músicas do álbum "AOR".
O texto causou polêmica e rendeu centenas de comentários na página, vários deles respondidos por Ed Motta. Veja abaixo o post completo e algumas das respostas que o músico deu aos internautas.
“Eu agradeço e fico honrado em ser prestigiado pela comunidade brasileira, mas é importante frisar, não tem músicas em português no repertório, eu não falo em português no show”, escreveu Motta.
Apesar de a explicação ter sido escrita em português e direcionada a brasileiros, a agenda está em inglês.
“Então, pelo amor de Deus, não venha com um grupo de brasuca berrando ‘Manuel’, porque não tem”, continuou, acrescentando que não adianta pedir, pois ele não falará outra língua em seu show a não ser o inglês. “Não é possível que o imigrante brasileiro não saiba um básico de inglês.”
Ed Motta aposta na internacionalização, tanto que seu site conta ainda com versões para espanhol, francês e holandês. “A divulgação da gravadora, dos promotores é maciça no mundo Europeu, e não na comunidade brasileira.”
Preciso me comunicar de forma que todos compreendam, o inglês é a língua universal, então pelo amor de Deus, não venha com um grupo de brasuca berrando 'Manuel' porque não tem"
Ed Motta, cantor
Público 'culto'
Ele afirmou ainda que seu público “é um pessoal mais culto, informado”. “Essas pessoas nunca gritaram nada, o negócio é que vai uma turma mais simplória que nunca me acompanhou no Brasil”, escreveu no post.
Nas palavras do músico, a “turma simplória” é composta por um “público de sertanejo, axé, pagode, que vem beber cerveja barata com camiseta apertada tipo jogador de futebol, com aquele relógio branco, e começa gritar nome de time”.
A essa pessoas Motta avisa: “Não gaste seu dinheiro, e nem a paciência alheia atrapalhando um trabalho que é realizado com seriedade cirúrgica, esse não é um show para matar a saudade do Brasil. [...] “Esse é um show internacional”, afirma.
'Terra ignorante'
Entre as respostas a comentários na página, Ed Motta chamou um crítico de "moço caipira", disse que pessoas do Nordeste estão "loucas por atenção com esse coitadismo", e chamou pessoas que foram a seus shows no exterior de "indígenas" e "pedreiros brasileiros".
Ele também falou que o Brasil é "país de merda" e "terra ignorante". Para Motta, brasileiros estão consumindo "soda cáustica sonora" e "pulando igual bicho atrás de um trio elétrico".
Veja abaixo o comentário de Ed Motta sobre brasileiros (leia na página do cantor):
OBS = conforme venho avisando aqui nos últimos 3 anos, eu agradeço e fico honrado em ser prestigiado pela comunidade brasileira, mas é importante frisar, não tem músicas em português no repertório, eu não falo em português no show... Preciso me comunicar de forma que todos compreendam, o inglês é a língua universal, então pelo amor de Deus, não venha com um grupo de brasuca berrando "Manuel" porque não tem, e muito menos gritar "fala português Ed"... O mundo inteiro fala inglês, não é possível que o imigrante brasileiro não saiba um básico de inglês. A divulgação da gravadora, dos promotores é maciça no mundo Europeu, e não na comunidade brasileira. Verdade seja dita, que meu público brasileiro de verdade na Europa, é um pessoal mais culto, informado, essas pessoas nunca gritaram nada, o negócio é que vai uma turma mais simplória que nunca me acompanhou no Brasil, público de sertanejo, axé, pagode, que vem beber cerveja barata com camiseta apertada tipo jogador de futebol, com aquele relógio branco, e começa gritar nome de time. Não gaste seu dinheiro, e nem a paciência alheia atrapalhando um trabalho que é realizado com seriedade cirúrgica, esse não é um show para matar a saudade do Brasil, esse é um show internacional. Que desagradável ter que toda vez dar explicações, e ter que escrever esse texto infame.

Nenhum comentário:

Postar um comentário